Parar de fumar melhora o humor …

Publicado: 11/01/2011 em Utilidades

Quem abandona o hábito tem menos sintomas de depressão.

Parar de fumar com certeza é saudável para o corpo, mas médicos e cientistas ainda não conseguiam comprovar como acabar com o hábito poderia fazer a pessoa mais feliz, especialmente desde que a sabedoria convencional estabeleceu que fumantes usam o cigarro para controlar a ansiedade e a depressão. Porém, em um novo estudo, pesquisadores controlaram os sintomas de depressão em pessoas que estavam tentando parar de fumar e descobriram que eles nunca foram tão felizes de estarem tendo sucesso na meta, por mais longa que seja.

Baseados nesses resultados, os autores da pesquisa, publicado no jornal Nicotine & Tobacco Research, recomendam que fumantes abandonem o vício como parte de um programa para melhorar a saúde mental.

De acordo com os pesquisadores, as pessoas costumam fumar para aplacar a ansiedade, angústia e desânimo por causa das propriedades antidepressivas no cigarro, e acham que se pararem podem desencadear uma crise depressiva. O surpreendente para os cientistas foi constatar que no momento em que se mede o humor dos fumantes, mesmo quando eles ficaram pouco tempo sem fumar, já apresentam menos sintomas de depressão.

Mudando o humor

Os pesquisadores da Universidade do Sul da Califórnia estudaram um grupo de 236 homens e mulheres que procuravam parar de fumar, e também acabavam bebendo muito socialmente.

Eles receberam adesivos de nicotina e foram aconselhados a diminuir a quantidade de álcool. Os participantes fizeram um teste dos sintomas de depressão uma semana antes da data de parar de fumar e outros testes num intervalo de duas a 28 semanas após a data de parada.

De acordo com o estudo, um dos fatos mais curiosos foi o resultado daqueles que só pararam temporariamente. O humor deles estava bem melhor na fase em que eles estavam em abstinência. Depois de voltar a fumar, o humor piorou e, em alguns casos, para níveis mais altos de tristeza do que antes. A pesquisa comprovou que quanto maior era o tempo de abstinência mais altos eram os níveis de bom humor e bem-estar da pessoa.

Os participantes que não conseguiram parar continuaram infelizes durante todo o estudo. Aqueles que pararam e permaneceram em abstinência foram os mais felizes no começo do estudo e continuaram assim durante o estudo. 

Largue o cigarro com ajuda das pessoas próximas

Quem sonha em parar de fumar agora sabe que pode contar com uma ajudinha extra: a influência das pessoas mais próximas. Uma pesquisa americana acaba de comprovar que, quando uma pessoa decide interromper as tragadas, acaba levando outras a fazer o mesmo as chances de que isso aconteça chegam a 67%, de acordo com a pesquisa publicada no periódico New England Journal of Medicine.

Por 32 anos, os cientistas acompanharam mais de 12 mil pessoas e constataram que o abandono do vício em grupos é prática recorrente. Entre casais, a estratégia alcança sucesso máximo: os tais 67%, seguidos por 43% de redução entre amigos; 34% no caso de colegas de trabalho e 25% quando o tabagismo afeta irmãos.

Na prática, o fim do vício em uma pessoa próxima acaba servindo de inspiração, por isso quanto maior o vínculo afetivo e a convivência, maiores as chances de esta decisão se contagiar. 

Ass:marquinhosjapao..

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s